Treinar até a falha: o que é, recomendações e como fazer

Treinar até a falha: o que é, recomendações e como fazer | Blog Darkness

Treinar até a falha é uma das principais estratégias utilizadas por fisiculturistas que buscam ganhos de massa muscular. Isso fez com que não atletas também fizessem esse tipo de treino. Por isso vamos dar o passo a passo para você otimizar seu treino de musculação feito até a falha.

O que é falha muscular?

Falha muscular é quando se treina até o limite dentro de uma série, acontecendo assim ou a interrupção total do exercício ou a perda da qualidade de movimento.

Benefícios de treinar até a falha

O principal benefício de se treinar até a falha é o ganho de massa muscular. Entretanto, existe muita discussão quanto a isso, pois enquanto alguns estudos mostram resultados positivos com o treino até a falha, outros não mostram tais resultados.

Por essa razão, é essencial que o nível de treinamento e a modalidade de treino (treino ABC, ABCD, etc) seja compreendida juntamente aos limites do praticante. Dessa forma, é possível alcançar todo o potencial com segurança!

Quais são os riscos de treinar até a falha?

Alguns dos principais riscos de se treinar até a falha é do estresse acumulado, fadiga em excesso (que pode prejudicar a mecânica de movimento) e Rabdomiólise (que pode provocar complicações severas). É por isso que pessoas sedentárias ou com baixo nível de treinamento não devem realizar treinos até a falha.

Como treinar até a falha?

Observe o tipo de exercício

Não é recomendado realizarmos uma série até a falha em exercícios que possam oferecer riscos de acidentes, como supinos, agachamentos e em treinos cardio. Nesses casos é indicado ajuda de um companheiro de treino ou travas de segurança para evitar acidentes.

Entenda o seu nível de treino

Pessoas sedentárias ou com baixo nível de treinamento devem evitar treinos até a falha, pois treinos até a falha feitos nessas populações podem prejudicar ao invés de trazer mais resultados.

Defina o seu objetivo

Treino até a falha, quando indicado, só deve ser feito com o objetivo de ganhos de massa muscular. Para nenhum outro objetivo esse tipo de treino é indicado.

O que saber antes de treinar até a falha?

Treinos até a falha geram uma fadiga extrema, além de aumentar a chance de dor muscular tardia. Por isso deve-se ficar atento em qual fase do treino os treinos até a falha estão sendo feitos.

Alimentação balanceada

Por se tratar de um estímulo que gera alto estresse fisiológico, a alimentação é fundamental para diminuirmos as respostas negativas com esse tipo de estímulo e acelerar a sua recuperação

Ajuda profissional

Todo tipo de treino deve ser estruturado por um profissional de educação física.

Recuperação

O treino até a falha tem como característica um alto estresse fisiológico, o que aumenta a necessidade de um período prolongado de recuperação.

LEIA SOBRE A FALHA CONCÊNTRICA E CONHEÇA O QUE É E COMO OCORRE

Existe um número ideal de repetições nos exercícios?

Não. A série até a falha é apenas parte do processo de treinamento, que é muito mais complexo. Devemos realizar o máximo de repetições possíveis na série até a falha, independente da carga (intensidade) realizada.

Dá para treinar até a falha em todos os exercícios?

Sim, desde que o nível de treinamento do indivíduo (como tempo de treino) seja alto.

Dá para treinar até a falha em todas as séries?

O mais usual é realizar a última série de um exercício até a falha, até mesmo para “prepararmos” o músculo alvo nas séries anteriores à última série (até a falha).

Conclusão

Treinos até a falha(como no método rest pause) pode ser uma boa estratégia de treino, especialmente para indivíduos altamente treinados. 

E para saber mais sobre exercícios para peito, conheça mais sobre a execução do peck deck com a Darkness!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo Relacionado

plugins premium WordPress
Rolar para cima