Powerlifting: o que é, benefícios e como fazer

powerlifting

O Powerlifting consiste em exercícios básicos para desenvolvimento da força máxima. O Powerlifting dá ênfase no aprendizado da técnica de cada modalidade acompanhado por um profissional de educação física especializado nesse esporte.

Quem pratica musculação já deve pelo menos 1 vez ter ouvido alguém falar sobre Levantamento Básico ou levantamento de potência traduzido do inglês Powerlifting. 

É um esporte composto de 3 modalidades que são exercícios muito utilizados nas academias, o supino, agachamento e o levantamento terra, formam a base força do trabalho de LPO e Fisiculturismo. Foi criado em meados dos anos de 1950 e logo surgiram competições organizadas.

Quais os benefícios do Powerlifting?

O Powerlifting consiste em exercícios básicos para desenvolvimento de força máxima. Força muscular é uma capacidade física importante para longevidade da população geral, pois necessita de treinamento que naturalmente estimula a manutenção e ganho de massa magra e em conjunto com alimentação equilibrada auxilia a manter a porcentagem de gordura corporal média dentro ainda de um padrão saudável.

Powerlifting: por onde começar?

Se você está pensando em iniciar no Powerlifting se não é praticante de musculação sugiro que inicie simultaneamente, no Powerlifting a ênfase deve ser no aprendizado da técnica de cada modalidade acompanhado por um profissional de educação física especializado nesse esporte, nada de chegar na academia amanhã e testar o quanto pode empurrar no supino, sem a técnica e maturação músculo esquelética necessária você provavelmente sairá do treino de ambulância, acredite quando digo isso, já presenciei um indivíduo tendo seu antebraço partido ao meio por sobrecarga demasiadamente alta, ou seja, incompatível com sua capacidade de gerar e sustentar a carga, esse episódio ocorreu no exercício supino e nessa mesma época quando decidi iniciar o trabalho de agachamento fui instruído pelo “profissional” dessa mesma academia a agachar com 30 kg sem sem ter dito nenhuma experiência anterior com o movimento, ganhei um estiramento grau 1 no músculo da coxa Reto Femoral. 

Gaste tempo aprendendo a técnica de cada movimento sem nenhuma sobrecarga enquanto desenvolve estrutura neuromuscular básica no treino de musculação por pelo menos 12 semanas.

  • Categorias do Powerlifting

São divididas por peso:

Feminino 43 kg, 47 kg, 52 kg, 57kg, 63 kg, 72 kg, 84 kg e acima de 84 kg.

Masculino 53 kg, 59 kg, 66 kg, 74 kg, 83 kg, 93 kg, 105 kg, 120 kg e acima de 120 kg.

Ainda existem as divisões por gênero e idade.

  • Treinos ideias para Powerlifting:

Existem diversos modelos de periodização para organizar o treinamento, geralmente as séries variam entre 2 e 8 para cada exercício, com repetições na casa de 2 a 6 e intensidade variando entre 80%1RM e 100%1RM.

Na periodização ondulatória essa variação dentro de um microciclo ocorre na mesma semana, enquanto na tradicional linear que pode ser crescente ou decrescente essa variação pode ocorrer a cada 15 dias ou a cada 4 sessões de trabalho. 

Há também o sistema de pirâmide que inicia menos intenso, chega ao topo e reduz novamente. Acréscimo de carga ocorre no final de um macrociclo de treinamento que pode variar de 6 a 12 semanas.

powerlifting o que é

Powerlifter x Bodybuilder: quais as diferenças?

No Powerlifting o objetivo é realizar cada exercício dos 3 que compõem a modalidade com maior carga, o objetivo está em manipular a carga externa, treinos intensos com volume médio de trabalho.

O bodybuilder tem foco é o próprio atleta e suas formas, o objetivo é ter o maior volume muscular simétrico com o máximo de definição e o mínimo de gordura corporal possível, além de ter carisma e desenvoltura no palco, nessa modalidade os treinos são ondulatórios no que diz respeito a cargas, mas a grande diferença mesmo está no volume de treinamento que é absurdamente alto, esse volume é a principal variável para ganho de massa muscular.

Suplementos alimentares ideais para Powerlifting

Powerlifting é um esporte que demanda muita energia, tem acentuado envolvimento neuromuscular para produção de força. Sem dúvida a alimentação equilibrada fará diferença nos seus resultados, mas nem sempre a alimentação dará conta de toda essa demanda energética e imunológica.

A suplementação hipercalórica e proteica de qualidade como o Nutri Whey para recuperação muscular adequada em combinação com a Creatina para auxiliar na produção de força pela ressíntese de ATP e ganho de massa muscular serão o carro chefe. Confira também a possibilidade de tomar cafeína com creatina.

Podemos pensar em suplementos que reforçam o sistema imunológico como vitamina C, vitamina D, Ômega 3 e alguns minerais como zinco e selênio são os mais indicados para compor esse blend, logo abaixo segue o link desses produtos para facilitar seu acesso.

Por fim os suplementos com estimulantes como cafeína e taurina chamados pré-treino auxiliam no aumento das sinapses neurais aumentando o estado de atenção e concentração. Consulte sempre um nutricionista para auxiliá-lo neste processo.

Como ser um atleta de powerlifting?

Depois dessas dicas você decidiu que quer iniciar na modalidade e ser um atleta de Powerlifting.

Procure uma equipe na sua cidade ou nas cidades vizinhas a sua. Mesmo sendo um esporte individual é importante fazer parte de uma equipe que dê suporte em sua formação como atleta e para que possa participar das competições porque essa equipe fará parte de uma federação.

Você também pode entrar em contato direto com a federação do seu estado e verificar as equipes filiadas, vou deixar aqui o link direto na página das equipes filiadas na Confederação Brasileira de levantamento Básico (CBLB).

https://powerliftingbrazil.wixsite.com/cblb/aonde-treinar

Para competir a primeira vez existe uma categoria chamada estreantes, feita para quem nunca participou de nenhuma competição dessa modalidade. Esse é um fator motivacional importante e que considero de extrema sensibilidade em abrir as portas desse mundo e ambientar os novatos. Se está pensando em se candidatar, confira antes a história de alguns bodybuilders famosos

Saiba como encaixar o powerlifting em seu treino de musculação

Os movimentos do Powerlifting são básicos, padrão empurrar para supino, levantar para levantamento Terra e agachar para agachamento. 

Desta forma incluir esses exercícios em seu plano de treinamento resistido seja na musculação ou treinamento livre de resistido, uma maneira de fazê-lo é separar 2 semanas de Powerlifting a cada 4 ou 6 semanas do treinamento resistido na musculação, posteriormente ainda colocaria 1 semana de recuperação ativa com trabalhos a 50% do volume e intensidade da semana que antecede o trabalho de força máxima.

Quero deixar uma dica para essa fase, inclua o padrão de movimento puxar na barra fixa e terá um trabalho completo de força máxima, se não consegue realizar mais que 2 repetições na barra fixa use uma superbanda para ajudar auxiliar, mas não deixe de fazer, este é um exercício poderoso para desenvolver força máxima tanto quanto os do Powerlifting. É indicado encaixar o cardio no pré-treino ou pós-treino.

Conclusão

O Powerlifting é uma modalidade daquelas que nos faz imaginar até onde o homem pode ir quando desafiado, espero ter trazido um pouco de luz sobre esse mundo e ter inspirado você leitor a conhecer o powerlifting na prática, mesmo que seja de forma amadora. Busque sempre a orientação de um profissional de educação física especializado e nutricionista para garantir o máximo de resultado com segurança. Bons treinos e até o próximo conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo Relacionado

plugins premium WordPress
Rolar para cima